Produzido por:
Felipe Alandt

Autores

A 7ª Feira do Livro de Jaraguá do Sul aposta na diversidade e traz autores para todos os gostos e idades.

Bate-papo com Adriana Calcanhotto / Adriana Partimpim
6 de junho, 19h, Grande teatro

Conhecida por suas canções de sucesso que integraram diversas trilhas sonoras em telenovelas globais, Adriana Cancanhotto é uma multi-artista. São mais de uma de uma dezena de discos que encantam gerações distintas. Além de cantora e compositora, se aventura pela literatura e pela ilustração. Em 2004 lançou o álbum Adriana Partimpim, com uma seleção de canções para crianças. Por este magnífico trabalho recebeu vários prêmios, entre eles o Grammy latino de melhor álbum infantil. “Saga Lusa o relato de uma viagem” é o seu livro de estreia e conta a viagem a Portugal em sua turnê do disco Maré. O relato mostra como foram as 120 horas sem dormir e delirando aos efeitos causados por uma mistura de remdios para curar uma forte gripe. Tudo isso com muito bom humor. “Melchior o mais melhor”, livro escrito por Vick Muniz e ilustrado por Adriana Calcanhotto é o seu último trabalho na literatura. Veja mais

Fábio Yabu/Abu Fobiya
7 de junho, 14h30min, Pequeno teatro

Fábio Yabu é escritor, ilustrador e roteirista. Seus desenhos animados são exibidos nas TVs de mais de 50 países, e seus livros publicados no Brasil e em Portugal. Em 1998, criou uma das primeiras histórias em quadrinhos para Internet do mundo, “Combo Rangers”. Os personagens viraram revistas em quadrinhos e produtos licenciados, conquistando milhares de fãs por todo o Brasil. Sua criação seguinte foi a série de livros e desenhos animados “Princesas do Mar”, em 2004. Hoje, as personagens estão diariamente nas TVs de mais de 50 países, incluindo a TV Cultura e Discovery Kids no Brasil, e contam com mais de 100 produtos licenciados. Na literatura infantil, lançou ainda os livros “Raimundo, Cidadão do Mundo”, adotado pelo Ministério da Educação para escolas públicas de todo o Brasil, e “Apolinário, o Homem- Dicionário”, em parceria com o vencedor do prêmio Jabuti, Daniel Bueno. Abu Fobiya é um heterônimo de Fábio Yabu, seu lado sombrio, e escreve livros de terror, como Branca de morte e os setes zumbis, Independência ou mortos e Protocolo Bluehand. Veja mais

Show com Badi Assad - (Rede Sesc de Teatros)
8 de junho, 19h, Pequeno teatro

Badi Assad é uma das mais inovadoras e singulares artistas de sua geração. Transcendendo suas raízes Brasileiras, ela faz uma mistura que vai desde a mpb, pop e world até o jazz e sons étnicos de todo o mundo. Como resultado, a cantora, violonista e compositora desenvolveu um gênero de música próprio que, literalmente, desafia qualquer categorização. Badi nasceu em em SP e foi criada no Rio de Janeiro. Irmã dos violonistas do Duo Assad (reconhecidos mundialmente), começou a tocar violão aos 14 anos. Um ano depois, já dominava o instrumento e subia aos palcos participando e ganhando concursos nacionais e internacionais. Badi se consolidou pelo seu talento e conquistou o cenário internacional com sua reconhecida técnica (violão e voz), suas experimentações vocais e insaciável sede de inovar. Veja mais

Daniel Munduruku
10 de junho, 9h, Grande Teatro

Escritor indígena com 43 livros publicados, graduado em Filosofia, tem licenciatura em História e Psicologia. Doutor em Educação pela USP e Diretor presidente do Instituto UKA - Casa dos Saberes Ancestrais e Diretor do Instituto Indígena Brasileiro para a Propriedade Intelectual – INBRAPI. Recebeu diversos prêmios no Brasil e Exterior, entre eles o Prêmio Jabuti, Prêmio da Academia Brasileira de Letras, o Prêmio Érico Vanucci Mendes (outorgado pelo CNPq); Prêmio Tolerância (outorgado pela UNESCO). Muitos de seus livros receberam o selo Altamente Recomendável outorgado pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ). Destaque para seus livros “Histórias de índio”, “A onça e o fogo”, Você lembra, pai?, “Sabedoria das águas”, “A Primeira Estrela que vejo é a Estrela do meu Desejo e Outras Histórias Indígenas de Amor”. Veja mais

César Obeid
10 de junho, 14h, Pequeno teatro

Escritor, educador e contador de histórias. É autor de diversos livros para o público infantojuvenil, alguns deles foram premiados pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil – FNLIJ. Frequentemente escreve matérias e artigos para jornais e revistas de educação, como também participa de gravações de programas de televisão e rádio para falar sobre leitura, literatura, poesia e cultura popular. Dentre suas mais de vinte obras, destaque para “ Minhas Rimas de Cordel”, “O Cachorro do Menino”, “Rimas Saborosas” e “Rimas Animais”. Veja mais

Rubens Figueiredo
11 de junho, 19h, Pequeno teatro

Vencedor do Prêmio Portugal Telecom de Literatura 2011, do Prêmio São Paulo de Literatura 2011 e duas vezes ganhador do Prêmio Jabuti, Figueiredo é um dos mais respeitados escritores brasileiros vivos. É autor dos livros “Passageiro do fim do dia”, “Barco a seco” e “Contos de Pedro”. Figueiredo é também tradutor do russo, e traduziu as últimas versões dos clássicos de Tolstói para o português. Veja mais

Bate-papo com Zeca Baleiro
12 de junho, 19h, Grande teatro

Zeca Baleiro é cantor, compositor, cronista e músico brasileiro. Com mais de dez discos, Zeca é um mestre da composição: suas composições já foram interpretadas por Simone, Gal Costa, Elba Ramalho, Vange Milliet, Adriana Maciel, Luíza Possi, Rita Ribeiro, Renato Braz e Claudia Leitte. É autor dos livros: “Bala na Agulha: Reflexões de boteco, pastéis de memória e outras Frituras” e a “Vida é um souvenir made in Hong Kong”. Veja mais

Tempo de almanaque

A exposição Tempo de Almanaque, produzida a partir da coleção de almanaques de farmácia da escritora Yasmin Nadaf, apresenta um panorama histórico dessas pequenas, porém importantes, publicações.

PATROCÍNIO

APOIO